quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Exposições: Tomada Cultural e Pílula Preta

Desde o final de 2010 que retomei a produção de meus trabalhos de arte, mais especificamente de minhas pinturas. Ah, eu sempre gostei muito de pintura e como diz um amigo meu "sou tradicional". Na verdade, gosto de obras de arte acessíveis, tanto para transporte quanto para aquisição. É bom caber na parede de um apartamento pequeno também, nem só de mansão vive um quadro.
Então, neste ano de 2011 produzi bastante, de acordo com as minhas possibilidades, é claro, e desenvolvi uma série de que gosto muito chamada "Afro Retratos". São autorretratos nos quais me represento como mulheres de outras etnias e culturas.
Terminei as mulheres africanas, de etnias de Angola e isso já faz alguns meses. Agora estou fazendo as asiáticas que estão ficando muito legais.
Já postei alguns trabalhos aqui como comentário a questões relacionadas à história da arte.
Estou postando novamente devido a dois eventos dos quais participarei.
O primeiro ocorrerá nos dias 19 de novembro e 03 e 04 de dezembro e se chama Tomada Cultural. Esta Tomada de novembro será no Espaço Cultural Rio Verde a partir das 15h30, bem gostoso, matinê. A de dezembro será na Casa do Barro, no bairro da Aclimação. Ambas são mostras coletivas que integram várias linguagens das artes.


O segundo é a Pílula Preta organizada pela Instituto Feira Preta que ocorre mensalmente. Em novembro, ocorrerá no dia 20, a partir das 15h, na Casa das Caldeiras. Além de expor os Afro Retratos pretendo mostrar uma série de fotomontagens chamadas Re-Existindo que falam sobre a reconstrução das famílias negras após o processo de escravização das populações africanas transplantadas para o Brasil. É um trabalho de que gosto muito, feito a partir da técnica de decalque e de fotos de pessoas da minha família e de outras famílias negras.


Em ambos os espaços meus trabalhos estarão à venda porque artista vive de seu trabalho, não é verdade? Não é passatempo, é querer fazer isso. Decidi que entrarei no jogo, na luta dos artistas versus mercado, que ao mesmo tempo que ajuda, atrapalhar e deturpa demais a produção de arte contemporânea tanto no que diz respeito aos temas quanto aos valores praticados.
E por falar em valores, as obras custam a partir de R$ 300,00, para todos os bolsos.


Trabalhos da série Re-Existindo feitos em decalque (fotomontagem).






Trabalhos da série Afro Retratos e detalhes dos mesmos.











Quem desejar conhecer mais meus trabalho pode entrar no meu Flickr:


Espero por todos nestes espaços!

Nenhum comentário:

Postar um comentário